quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Troca da cânula

5 comments
Senhoras e senhores, é com muito prazer que eu lhes apresento a bomba!!!


video



A bomba na minha cintura. Eu também gosto de por a bomba no bolso da frente da calça.



O local da infusão da bomba.







A extensão do cateter.









Esse é o aplicador da cânula. A minha irmã carinhosamente o apelidou de escorpião.








Na minha mão está a cânula com a agulha guia que eu vou usar.







Coloquei a cânula no aplicador.









Travei o aplicador.









Agora, a picada.









O Humberto está me ajudando a tirar o aplicador e deixar a cânula no corpo.






O Humberto está tirando a agulha guia e colando o adesivo da cânula no meu corpo.













E por fim, eu conecto a bomba na nova cânula. Esse processo eu faço a cada 3 dias.

video

Ah!! Eu não posso esquecer de tirar a cânula antiga. A cânula é tão indolor que eu me esqueci de tirar uma cânula velha outro dia!

Read More...

Só para a gente se divertir!

4 comments
Crianças, para mim, trazem uma alegria para casa que não tem igual. Eu convivo diariamente com 3 princesinhas que são a Rebecca, Susanna e Isabella. Elas são minhas sobrinhas por parte do Humberto, meu marido. Eu tenho o privilégio de morar no mesmo prédio que elas. Vou escrever hoje algumas histórias protagonizadas pelos meus pacotinhos de gostosura (esse é o meu apelido especial para elas).
A Isabella, caçula de 4 anos, dormiu aqui em casa na semana passada. Quando ela acordou, eu falei para ela:
-Isa, vem aqui na minha cama deitar um pouquinho comigo e com o tio Humberto.
Ela veio correndo para o meu quarto. Eu disse:
-Pode pular aqui na cama.
Ela pulou, deitou entre eu e o Humberto e disse:
-Tia Tetê (elas me chamam assim), eu vou te abraçar aqui em cima no seu pescoço porque eu lembro que você tá usando a bomba de insulina na sua barriga, tá bom?
Ela não é a menininha mais carinhosa e atenciosa do mundo?????????????? Como é que ela foi lembrar disso logo ao acordar??? Bom, tudo bem que depois ela deu uma joelhada bem no local da infusão do cateter... rsrsrs...
Hoje a Isabella me informou que quando ela crescer ela vai ser uma fazendeira, uma "cantadeira" (cantora), uma "dançora" (dançarina) e uma palhacinha. Seria pecado eu não deixar isso registrado para a posteridade!
Um tempo atrás eu estava com dor de cabeça e a Susanna, 6 anos, estava em casa comigo. Ela pediu para eu brincar com ela e eu disse que era melhor a gente brincar depois porque eu não estava muito bem. Ela olhou para mim e disse:
-Deve ser a sua amígdala. Eu acho que você tem que tirar ela.
Ela tinha acabado de fazer a cirurgia de retirada de adenóide e amígdala.
-Não Su, não é a minha amígdala não.
-Então deve ser o seu ouvido. Ele tá doendo?
Coitada, ela vive com infecção no ouvido.
-Não Su, tá tudo bem com o meu ouvido.
-Ah, tia Tetê, eu já sei. Você tem que chupar aquela bala de doente que você chupa de vez em quando!!
Ela se lembrou de uma vez que eu tinha 2 balinhas e estava com hipo. e não podia dividi-las com ela e na hora eu falei para ela que aquelas balas eram especiais para quem estava "dodoi". Criança não esquece de nada!!
Domingo retrasado eu estava na igreja que eu, as minhas sobrinhas, a minha cunhada, os meus pais e a minha irmã com o meu cunhado frequentam. Nós tivemos um tempo de oração e a Rebecca, de 8 anos, estava sentada no banco atrás de mim conversando com sua professora que também frequenta a igreja. Eu escutei ela falando para a professora:
- A minha tia tem diabetes e tomava 5 injeções por dia. Hoje ela usa uma bomba de insulina que manda a insulina para o corpo dela o tempo todo e ela não precisa mais ficar tomando um monte de injeção. Ela tá feliz que não precisa mais ficar tomando aquele monte de injeção. Vamos pedir para Deus dar um bebê para ela?
Só vou dizer que eu me segurei para não chorar na hora... que menina especial!!!
P.S.: Eu sei que eu sou uma tia coruja. Fazer o que? Eu tenho as sobrinhas mais encatadoras do mundo todo!!!!!!!!! rsrsrs...
Read More...

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Meu niver!!

5 comments
Hoje é o meu aniversário! :)
Preciso ver quantos gramas de carboidrato tem em um pedaço de bolo... rsrsrs... e quem sabe em uma taça de vinho...
A minha bomba me presenteou com 93 mg/dl em jejum! Espero conseguir chegar na minha meta de controle glicêmico este ano para que eu consiga atingir outros alvos que dependem do meu bom controle.
Já recebi várias ligações de amigos queridos me desejando os parabéns.
Família e amigos, muito obrigada por todo apoio que vocês me dão!!! Vocês não sabem como isso é importante para mim!
Viva a vida!!
Read More...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Pior que vi e ouvi - 2

9 comments
O que eu vou relatar agora eu já ouvi tantas vezes que eu perdi a conta.
Por um motivo ou outro eu falo para pessoas diferentes que sou diabética. Por exemplo, eu vou fazer a mão e eu peço para a manicure por favor não arrancar nenhum "bife" porque eu sou diabética e eu corro o risco de ter problemas com a cicatrização. Aí eu escuto:
- Nossa, você é diabética? Você não tem cara de diabética!!!!
Aí eu me pergunto "Como será que é a cara de um diabético???????????????????? Será que era para eu ter uma pinta no canto esquerdo do meu lábio superior que nos identifica? Será que era para eu ter olhos de uma cor designada especialmente aos diabéticos?"
Tudo bem, eu sei que isso é "tolerância zero"... rsrsrs...
Mas é uma pena as pessoas acharem que diabetes é sinônimo de saúde constantemente debilitada...
Read More...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

O meu mais novo amor

5 comments
Estou apaixonada!!!!!
Essa bomba me pegou de jeito e me conquistou. Não posso viver mais sem ela. Ela entrou na minha vida no sábado, dia 15, e eu tive certeza de que ela veio para ficar quando eu fiz a minha primeira ponta de dedo pré-almoço e estava 120 mg/dl e duas horas depois 119 mg/dl. Foi uma paixão cega... eu não conseguia parar de pensar nela. Mas essa paixão louca foi sendo transformada em amor consciente quando eu vi que nem sempre ela provoca essas reações pré e pós prandiais perfeitas. Ela me deu um susto de 37 mg/dl ao acordar no domingo de manhã e também um 279 mg/dl depois do café da manhã que até agora eu não entendi porque ela fez isso comigo. Agora eu consigo ver que apesar dos resultados não tão bons de ponta de dedo ela facilita a minha vida de uma forma que ninguém antes dela conseguiu fazer. Estamos naquela fase que a gente vai ajustando as nossas diferenças para que o relacionamento seja a cada dia mais perfeito. Eu tenho certeza que a gente vai ser muito feliz junto e que nada vai nos separar.
O nosso casamento está marcado para o começo de setembro, onde tudo será oficializado!!!!!
Read More...

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Estou oficialmente bombada.

18 comments
Depois de muita espera, muita expectativa, o dia chegou!!!!!!!! Estou escrevendo com a bomba conectada e funcionando a todo vapor. :) A enfermeira da Medtronic acabou de sair de casa. Vou contar como foi esta manhã.

A Dra. F., minha endocrino., acabou não podendo vir, então a gente fez o encontro aqui na minha casa. Além da enfermeira estavam a minha mãe, minha irmã, minha cunhada e é claro o Humberto, meu marido.

A primeira orienatação que eu recebi foi de não tomar a Levemir hoje de manhã, como já havia dito em outro post. Então, como acordei com 122 mg/dl e comi 22 gramas de carboidrato, tomei apenas 2 unidades de Novorapid.

Eu quero explicar porque eu optei pela bomba ao invés da Levemir + Novorapid. Tanto a bomba como a Levemir tentam imitar o pâncreas normal que libera no corpo uma quantia basal de insulina o tempo todo. As duas insulinas (Levemir e ultra-rápida na bomba) não tem um pico de ação e fazem essa função de basal. Quando a gente come alguma coisa, o pâncreas libera mais insulina para que o carboidrato que foi ingerido seja absorvido nas células do corpo, não deixando que se tenha uma glicemia alta. É aí que entra a Novorapid. Toda a vez que eu como, eu preciso injetar mais insulina no meu corpo para que eu não fique com a minha glicemia alta. Eu preciso saber quanto carboidrato que eu comi para aplicar a quantia necessária de insulina. Eu uso também a insulina ultra-rápida para corrigir qualquer glicemia alta que eu venha a ter, porque mesmo usando Levemir+ ultra-rápida ou até mesmo a bomba, elas não são iguais ao pâncreas normal. Nesse processo existe uma extensa lista de variáveis que o corpo vai lidando normalmente e que o diabético tenta lidar "artificialmente". Entre a insulina basal mais todas as correções como a Novorapid eu tomava pelo menos 5 injeções por dia. Agora com a bomba eu faço o teste e se tiver alto, é só apertar o botãozinho do aparelho que ele vai liberar mais insulina (esse processo se chama bolus, então eu digo, eu dou um bolus). Quando eu como eu faço o mesmo, é só apertar o botão. Eu deixava de corrigir uma glicemia de 180 mg/dl porque eu não queria tomar mais uma injeção. Agora o tratamente é muito mais fácil - precisou, é só apertar o botão! A bomba usa somente insulina de ação ultra-rápida e faz tanto a basal como o bolus com ela. Ela vai mandando 0,05 unidades de insulina constantemente, imitando o pâncreas. A quantidade de insulina basal que vou precisar durante o dia foi calculado pela a Dra F. e a enfermeira.

A enfermeira trouxe 1 apostila com todas as explicações do funcionamento da bomba. Ela explicouuma por uma e me mostrou como manusea-la. Eu achei fantástico o fato de eu colocar o resultado da minha glicemia, o quanto de carboidrato que eu comi e a bomba faz o cálculo na hora de quanta insulina que eu vou precisar, de acordo com a minha meta glicêmica e o meu fator de sensibilidade à insulina que foram determinados também pela Dra. F. e a enfermeira. Fora isso, a bomba leva em consideração a insulina ativa, que é a insulina que está circulando no meu corpo naquele momento. Então, se eu dei um bolus por um motivo qualquer há uma hora, ainda tem insulina desse bolus circulando. Eu coloco então a minha glicemia e o aparelho faz o cálculo de quanta insulina eu preciso menos a insulina ativa. Isso eu nunca fiz quando usava a caneta e o que acontecia é que acabava acumulando insulina no meu corpo e eu ficava com hipoglicemia. A bomba tem um alarme também que me lembra que eu preciso fazer uma ponta de dedo.
Eu aprendi ontem também como colocar o cateter. Eu estava morrendo de medo dessa parte, mas a enfermeira me ensinou e eu pratiquei primeiro com uma esponja. A primeira colocação foi ela que fez e na terça sou eu que vou fazer com a ajuda dela, porque o cateter a gente troca de 3 em 3 dias. A agulha para colocar o cateter é grande e o aplicador, como disse a minha irmã, parece um escorpião, mas a aplicação não doeu nada. De vez em quando eu sinto latejar um pouquinho no local do cateter, mas a enfermeira me explicou que é normal e que não significa que está infeccionando ou que tenha qualquer problema. Eu consegui dormir normalmente (eu comecei o post ontem e estou terminando hoje). A bomba fica acoplada a um clip, como se fosse um celular. Eu prendi a bomba na minha calça e estou me adaptando bem a ela.
Esqueci de colocar que o modelo da bomba é o Paradigm 715 e essa não é a minha bomba definitiva. Eu estou no período de test drive onde a Medtronic empresta a bomba para eu poder avaliar se eu vou gostar mesmo do tratamento ou não antes de comprar a definitiva. A bomba que pretendo comprar é a Paradigm 722, que é basicamente igual a essa do teste.
Essa semana eu estou de férias! Eu resolvi tirar uma semana de férias para poder fazer essa adaptação com tranquilidade. Vou passar na locadora hoje e alugar um monte de filmes. rsrsrs... Alguém tem alguma sugestão? Vou ter bastante tempo para escrever aqui e me informar mais ainda sobre a bomba. Agora preciso ir, minha mãe está me esperando na casa dela para aquele almoço de domingo!!! :)
Read More...

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Sempre alerta

5 comments
O Humberto me disse uma vez que esse é o lema dos escoteiros. Esse deveria ser o lema dos diabéticos também. Acordei hoje com um escândalo de glicemia, 226 mg/dl. Isso aconteceu porque antes de dormir eu estava com 77 mg/dl e fiquei morrendo de medo de ter uma hipo. de madrugada e então eu comi uma banana prata e umas 4 bolachinhas integrais sabor maçã com canela com cobertura de chocolate diet (aprovado pela ADJ e uma delícia!). Eu deveria ter comido ou um ou outro. Mas eu tenho um trauma muito grande com hipos de madrugada porque eu quase morri uma vez por causa dela. Quase morri mesmo. A consequência do meu medo foi a hiper. logo de manhã. Tomei o meu café, tomei a Levemir e a Novorapid e fui para a esteira. Quando terminei a ginástica, estava com 62 mg/dl. Comi de novo uma banana prata e chupei uma laranja, porque eu tenho que tomar banho, lavar o cabelo, me arrumar para sair e se eu como só o suficiente para tratar a hipo do momento, eu fico com outra hipo depois de estar pronta. Bonitinha, com os cabelos sedosos, perfumada e com hipo. rsrsrs... Vamos ver se isso vai dar certo ou não. Pretendo monitorar a minha glicemia de pertinho hoje para tentar evitar ao máximo possível qualquer hipo ou hiper. Por isso que eu digo, sempre alerta!!
Read More...

sábado, 8 de agosto de 2009

Bomba - 2

5 comments
A enfermeira da Medtronic me ligou ontem e disse que ela marcou com a Dra. F. (minha endocrino) a colocação da bomba para sábado, dia 15, às 8:00 h no consultório da Dra. F. Achei ótimo fazer isso junto com a minha médica!!! A enfermeira me orientou a não tomar a Levemir no sábado de manhã.
Pausa para comer... estou com hipoglicemia de novo...
Voltei!! Então, como estava dizendo, vou tomar a Levemir na sexta a noite e no sábado tomar só a Novorapid de acordo com a contagem de carboidrato e correção, se necessário. A enfermeira me mandou também por e-mail a tabela para anotar os resultados dos testes, quantidade de insulina e quantidade de carboidrato. Eu providenciei ontem também a Novorapid em frasco que eu vou colocar na bomba. Hoje eu uso Novorapid e Levemir de caneta. Acho que consegui resolver todos os detalhes ontem para a colocação da bomba. Agora é só começar a contagem regressiva!!!!!!
Faltam 7 dias!!!! 13 picadas de Levemir e ????? (muitas!) de Novorapid.
Uhuh!!
Read More...

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Novidades!!

5 comments
Eu tenho uma bomba. Literalmente, eu tenho uma bomba!!! A minha bomba chegou!!! Deixe eu me explicar melhor antes que a Polícia Federal, CIA ou Interpol rastreiem o meu IP e eu seja presa... rsrsrs... a minha bomba de infusão de insulina chegou ontem a noite aqui em casa!!!!!! Depois de muita espera, ela finalmente chegou. Eu vou colocar passo a passo tudo o que aconteceu até agora em relação à bomba e todo o processo de colocação e adaptação da bomba. Vamos lá:
1. No final de 2008 eu decidi entrar com um processo judicial para conseguir a bomba Medtronic Minimed 722 pelo governo.
2. Recebi a sentença negativa do governo em meados de maio deste ano. Eu vou dedicar um post só para comentar sobre este assunto.
3. Depois de muitas considerações, decidi comprar a bomba ao invés de entrar com um novo recurso, principalmente porque eu não sei quando que eu poderia conseguir isto do governo e eu preciso deste tratamento para ontem. O modelo que eu pedi para o governo vem com o monitoramento contínuo de glicemia, que é um aparelhinho que a gente coloca com um cateter na pele e ele mede a glicemia de 5 em 5 minutos e manda o resultado para a bomba. A manutenção mensal deste aparelho fica por volta de R$ 800,00 (você leu certo, é isso mesmo), então eu optei por ficar só com a bomba e continuar fazendo os testes com o glicosímetro tradicional.
4. Descobri, através de uma usuária de bomba que trabalha com a minha irmã, que a gente pode fazer um mês de test drive com a bomba antes de comprá-la. Liguei para a Medtronic e pedi para fazer o test drive no começo de julho. O processo demorou um pouquinho, mas ontem, 5 de agosto, ela chegou. Eu vou pagar só pelos insumos neste test drive.
5. A enfermeira da Medtronic me ligou na semana passada e me passou um e-mail com algumas informações sobre a bomba além de um manual de contagem de carboidratos.
6. A enfermeira me ligou hoje e vai falar com a Dra. F. (minha endocrino.) para marcar comigo e com ela o dia da colocação. Se a minha médica quiser, ela pode acompanhar todo o processo. A enfermeira pretende marcar a colocação para segunda-feira, dia 10 de agosto. Ela vai me ensinar tudo sobre a bomba, como, por exemplo, colocar o cateter (que é o meu maior medo!!!). Esse primeiro encontro leva de 3 a 4 horas. Depois disso, ela vai continuar me acompanhando por um mês, para ajustar as doses de insulina juntamente com a minha médica.
Agora vem a segunda novidade do dia: fui ao oftalmologista, fiz todos os exames e está TUDO BEM COM OS MEUS DOIS OLHOS!!!!!! Eu estou muito, muito, muito feliz com esse resultado!!!! Eu tenho retinopatia e já fiz o tratamento de secar os vazos da retina com laser (que dói pra caramba, por sinal). Esse resultado significa que a retinopatia estacionou. Ela não é proliferativa e eu não tenho nenhuma perda visual, mas mesmo assim, é o começo de uma coisa muito séria. Graças a Deus que a situação está sob controle!
Ah! E tem mais... eu tenho feito ginástica direitinho e o meu controle está visivelmente melhor!! :)
Hoje foi um dia de vitórias!!!!!
Read More...